The Sims 20 anos: Conheça a história do simulador mais famoso
Nenhum Comentário
The Sims 20 anos: Conheça a história do simulador mais famoso
The Sims 20 anos: Conheça a história do simulador mais famoso

The Sims 20 anos: Conheça a história do simulador mais famoso

Nenhum Comentário

The Sims é facilmente uma das franquias de jogos de simulação para PC de maior sucesso do mundo. O primeiro jogo já foi uma grande febre e se tornou rapidamente um dos games de PC mais vendidos do mundo. Depois de 20 anos, The Sims continua a conquistar novos fãs, seja com seus jogos principais ou os Spin-offs.

Caso conheça o jogo muito bem ou queira saber mais dele, pode aproveitar o nosso artigo de hoje para conhecer a história completa ao longo desses 20 anos. Confira a retrospectiva toda logo abaixo!

SimCity

The Sims SimCity

Antes de falar de The Sims, é claro que precisamos falar de SimCity. Criar jogos de simulação era boa ideia na década de 1990, já que eles estavam em alta e SimCity era um dos maiores na época.

O jogo criado pelo desenvolvedor Will Wright era um simulador de gerenciamento de cidades. Você basicamente começava com um terreno enorme e podia criar e expandir sua cidade ao longo de vários anos.

Foi só depois de perder sua casa em um incêndio que Wright pensou na possibilidade de levar essa ideia além. Toda a experiência de pensar na estrutura da casa e sua decoração o fez pensar em como seria fazer um game com esse tema.

No início, ele tinha mais em mente a ideia de fazer um tipo de casa de bonecas virtual. Mas acabou focando mais nas pessoas que controlaríamos e suas vidas, vontades e conquistas. Essas pessoas virtuais viriam a ser conhecidas como os Sims.

The Sims

The Sims 1


No final dos anos 1990, Will Wright levou a ideia do game para os seus chefes na desenvolvedora Maxis. Eles não levaram muita fé, mas a dona da empresa, a Electronic Arts, achou que valia a pena investir já que SimCity tinha feito tanto sucesso antes.

Com isso, o primeiro The Sims chegou aos PCs e foi um sucesso quase que imediato. O game em si não tinha objetivo exato e o jogador podia fazer o que quisesse com seus Sims.

Com isso, muitas comunidades começaram a criar desafios bem legais envolvendo a vida e carreira dos Sims. Isso foi ainda mais aproveitado depois quando o jogo foi ganhando cada uma de suas sete expansões.

Como elas adicionavam novos mundos, itens, carreiras e tipos de jogabilidade, era natural que novos desafios e objetivos surgissem entre os jogadores. Algo que ainda existe até hoje com as versões mais novas.

Quase 5 anos depois de seu lançamento, o jogo já tinha vendido cerca de 16 milhões de cópias. Isso sem contar a venda separada das expansões.

The Sims 2

the sims 2

O fenômeno foi tão grande que não demorou para a Electronic Arts e a Maxis pensarem em sua sequência. O segundo jogo da série foi lançado em 2004 e mudou totalmente a forma que conhecíamos a franquia.

O jogo era todo em 3D em vez da visão dimétrica do primeiro. Fora isso, os Sims tinham mais carreiras, interações e fases de vida. Antes, era possível jogar apenas com Sims adultos e crianças.

Neste game, dava acompanhar a vida toda de um Sim desde seu nascimento até a velhice. Inclusive, boa parte do marketing inicial do game girava em torno desse grande aspecto.

O jogo ainda recebeu 8 expansões e 9 nove pacotes de objetos. Até hoje, ele é considerado o melhor da série por tudo o que adicionou e firmou como elementos clássicos da franquia.

The Sims 3

terceiro jogo da franquia

Se The Sims 2 é considerado ainda o melhor jogo da franquia por muita gente, seu sucessor fica em uma posição meio estranha. Ele foi lançado em 2009, tinha um visual mais realista, contava com grandes ferramentas de customização e nada menos do que um mundo aberto para navegar com seus Sims.

Por tudo isso, ele era bem complicado de se rodar nos computadores mesmo só com o jogo base. Suas 11 expansões e 9 pacotes de objetos não deixaram sua performance muito melhor.

Na verdade, a própria desenvolvedora não recomendava ter tudo instalado no mesmo PC. Ainda assim, o jogo foi um grande sucesso e ainda é amado pelos fãs que adoraram as novidades adicionadas.

The Sims 4

O jogo mais recente da franquia é The Sims 4, que foi lançado em 2014. Diferente dos outros, ele não só está disponível nos computadores como também pode ser jogado em consoles modernos, como o PS4 e o Xbox One.

Isso o tornou bem popular, até porque é fácil de rodá-lo até em PCs mais fracos. Considerando a bagunça que o seu antecessor era nesse quesito, isso é uma grande vitória para os fãs que não podem ficar trocando de PC.

O game ainda voltou para o visual mais cartunesco dos antigos e tem feito bastante sucesso. Vale mencionar que ele teve um começo conturbado com vários itens clássicos e certos elementos faltando no lançamento.

Tudo foi resolvido com atualizações gratuitas depois, mas a falta das ferramentas de customização e mundo aberto deixaram alguns fãs com um gosto amargo até hoje. Felizmente, suas 8 expansões e nada menos que 30 pacotes de jogo ou de objetos conseguem resolver um pouco disso.

Fora isso, o jogo mudou totalmente a maneira de criação de personagens e de construção de casas. Tudo para melhor, já que o processo se tornou muito mais intuitivo e fácil de aprender.

O game também conta com muitos eventos criados pela própria EA. Sejam inspirados em celebridades ou feriados importantes, eles geralmente são bem divertidos de se conferir.

Apesar de não ter revelado o número total de cópias vendidas até hoje, a EA já mencionou que The Sims 4 arrecadou mais de 1 bilhão de dólares. Isso inclui o jogo base e suas expansões.

Spin-Offs

O que não faltou nesses 20 anos foram spin-offs de The Sims. Para quem não conhece o termo, são basicamente os jogos paralelos aos games da linha principal de uma franquia.

No geral, a maioria dos jogos desse tipo foram lançados em consoles ou como games mobile. O mais legal deles é que muitos eram focados em uma história principal em vez de não terem objetivo.

Desta forma, você acabava tendo um personagem como protagonista e tinha que ir avançando nos objetivos dados. Entre os mais queridos estão Bustin’ Out, The Urbz, Castaway e Medieval.

Bustin’ Out

Nesse jogo, a grande novidade era sair de casa. Como o jogo saiu ainda antes de The Sims 2, não era tão simples só pegar um carro e levar seus Sims para passear, algo que esse game permitia.

Nele, você também tinha que progredir em uma história bem legal focada na sua carreira e na vingança contra seu padrasto. O game teve uma versão para consoles de mesa e portáteis.

The Urbz

Seguindo o grande sucesso de Bustin’ Out, a EA publicou outro jogo 3D de console da franquia. Desta vez, tínhamos The Urbz, que levava nossos Sims para uma vida totalmente urbana.

Ele também tinha uma história bem interessante, mas as mecânicas urbanas eram totalmente diferentes do que antes. O jogo também teve versões para consoles de mesa e portáteis.

Castaway

Neste spin-off, nosso Sim principal se encontrava preso em uma ilha tropical. Lá, era necessário encontrar uma maneira de sobreviver e tentar voltar para casa. Talvez um dos jogos mais interessantes em termos de história. Definitivamente era bem diferente do que estávamos acostumados se tratando de The Sims.

Medieval

Por fim, vale a pena falar do jogo que levava os Sims para a era medieval. Esse foi um dos últimos spin-offs para consoles que vimos, já que a EA passou a focar mais nos títulos principais e nos jogos mobile.

Sua história principal era mais simples, assim como a jogabilidade. Ainda assim, era muito divertido aprimorar seu castelo e experimentar as ideias diferentes que ele trazia.

Modificações

Já comentamos que os jogos da franquia sempre recebem muitas expansões, mas esse não é o único conteúdo disponível para o jogo. Como dissemos antes, a comunidade de fãs sempre foi muito unida e isso também se reflete nas modificações que eles criam.

Também conhecido apenas como “mods”, essas modificações são simplesmente objetos ou elementos de gameplay feitos e compartilhados por fãs. Podem ser móveis, papeis de parede, customização de aparência para os Sims, roupas, carreiras ou algo que adicione um tipo de jogabilidade.

Nenhum mod ou criador é apoiado oficialmente pela EA, até porque eles não podem se responsabilizar pelo conteúdo criado por terceiros. Ainda assim, a empresa sempre deu suporte para criação e instalação de mods nos jogos.

Isso é algo presente desde o primeiro game e deve continuar em qualquer sequência no futuro. Realmente é uma boa maneira de aprimorar seu jogo, assim como os truques e dicas fazem em The Sims 4, então vale a pena conferir.

Sem muitos concorrentes

Acredite ou não, não há concorrentes para The Sims mesmo após 20 anos de seu lançamento original. É claro que já vimos outros jogos de simulação ao longo dos anos, mas nenhum fez ou ofereceu algo parecido nesse tempo todo.

Podemos até pensar no famoso Second Life, mas essa era mais uma experiência online que um jogo de simulação no estilo de The Sims. Esse provavelmente é um dos fatores para a franquia continuar tão relevante.

O problema é que os jogadores também nunca tiveram a opção. Mesmo se não gostassem de algo nos games, não havia o que fazer: era jogar The Sims ou nada.

Só que isso pode mudar em breve. Um game independente chamado Paralives está sendo desenvolvido no momento e já chamou atenção de boa parte dos fãs de The Sims.

Ele é feito e financiado por fãs da franquia que querem algo diferente. Que querem mais liberdade, opções e algo que não esteja tão ligado a tantos conteúdos adicionais pagos, as famigeradas DLC.

O game ainda não tem uma previsão para ser lançado, mas já parece muito promissor. Você pode checar mais sobre ele ao acessar o link.

O futuro da franquia

Atualmente, The Sims está ainda muito bem ativo em seu quarto jogo principal. The Sims 4 geralmente recebe algumas expansões e pacotes de itens todos os anos desde o seu lançamento.

Isso sem contar as atualizações grátis que chegam com cada novidade, dando sempre mais conteúdo para os jogadores que não podem gastar muito. Com isso, fica difícil de saber quando o próximo game será sequer anunciado.

É claro que como esse título já está se aproximando de seu sexto aniversário, os fãs começam a suspeitar que seu sucessor já está no horizonte. Temos que lembrar que a maioria das expansões esperadas já foram lançadas.

Com isso, só nos resta pensar o que o novo jogo poderia adicionar à franquia, seja como novidade ou melhoria. Muitos jogadores querem ver mecânicas antigas de volta, especialmente as vistas em The Sims 2.

Desde deste jogo específico, os fãs notaram que diversos detalhes e tipos de jogabilidade foram sumindo aos poucos. Há inclusive muitos vídeos comparativos mostrando tudo o que The Sims 2 tinha e que seus sucessores nunca tiveram novamente.

Parte disso pode se dar ao fato de que seus desenvolvedores quiseram focar em uma experiência boa para todos. Afinal, os jogos antigos precisavam de PCs potentes para rodar bem, enquanto The Sims 4 funciona em praticamente qualquer notebook antigo.

Só que a falta de concorrentes também pode ter deixado a franquia em uma zona de conforto. Dando espaço, dessa forma, para que recursos, funcionalidades e elementos de gameplay fossem removidos a cada lançamento.

A Electronic Arts é conhecida por ouvir mais os fãs quando as vendas caem, então a chegada de Paralives e reação negativa dos fãs pode ajudar a trazer um The Sims 5 mais interessante. O jeito por enquanto é esperar para ver.

Onde jogar?

tela do jogo

Agora que você viu tanta coisa que ocorreu nesses 20 anos de The Sims, pode estar se perguntando onde pode jogar os games. Para falar a verdade, alguns são simples e outros nem tanto.

Atualmente, não há uma maneira de comprar a versão digital de The Sims 1 ou The Sims 2. O segundo jogo até foi dado de graça com todas as suas expansões pela Electronic Arts para todos os jogadores que o resgatassem em um certo período de tempo.

Infelizmente, isso foi em 2014 e a empresa nunca mais deu cópias do jogo e nem o vende em sua loja. Se quiser alguns desses jogos, será necessário consegui-lo por outros meios, nem que seja comprar uma versão usada.

Só é bom dizer que os games podem ter sérios problemas de compatibilidade em PCs mais modernos. A boa notícia é que os fãs já postaram muitas maneiras de resolver problemas específicos do Windows 8 para frente.

Já o The Sims 3 e o The Sims 4 podem ser adquiridos com suas expansões em diversas lojas virtuais. A mais óbvia é a Origin, a própria loja da Electronic Arts, mas também há a Steam e Humble Bundle se preferir.

Na Origin, há diversas promoções o ano todo. Por isso, recomendamos esperar antes de comprar para garantir o melhor preço dos jogos.

Gostou de saber mais sobre The Sims em seu aniversário de 20 anos?

Deu para aproveitar nosso artigo para conhecer mais da história de The Sims e seus 20 anos de existência? Não esqueça de deixar um comentário nos dizendo o que achou e da trajetória da série.

Também não deixe de saber como tirar print da tela ou gravar jogos com nosso respectivos tutoriais.


Seções:



Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

Voltar ao topo