Como criar um blog do zero? [Guia Completo]
Por Equipe Apptuts
Um Comentário
Como criar um blog do zero? [Guia Completo]
Como criar um blog do zero? [Guia Completo]

Como criar um blog do zero? [Guia Completo]

Por Equipe Apptuts
Um Comentário

Criar um blog do zero pode parecer algo complicado à primeira vista, mas não precisa ser tão difícil assim na prática. Para isso, o melhor é saber de tudo o que você precisa com um pouco de antecedência. Para te ajudar com isso, fizemos um guia completo de como criar um blog do zero. Há algumas etapas essenciais que não dá para ignorar, por exemplo, e é o que vamos abordar nesse guia.

Isso pode ser ótimo para quem quer escrever em um blog pessoal de maneira casual ou até para quem quer ganhar dinheiro ao trabalhar em casa. Seja qual for o motivo, você encontra as melhores dicas logo abaixo!

Definir o objetivo do blog

criar um blog do zero dicas

Nosso primeiro passo na hora de criar um blog do zero é definir o seu objetivo com ele. Desta forma, fica muito mais simples de fazer as próximas decisões, incluindo a escolha de plataforma e de serviço de hospedagem. Abaixo estão alguns dos pontos principais que precisa ter em mente:

1. Por que quer criar o blog?

Antes de pensar em qualquer coisa, é bom saber o motivo pelo qual quer criar o seu blog. Só assim poderemos definir o objetivo de forma mais clara.

Pode ser que seja para uso pessoal, para ganhar uma renda extra, uma maneira de melhorar sua escrita, algo que use como portfólio, etc. Isso também te ajuda a ter as expectativas certas para o crescimento ou estabilidade do blog.

Também é uma boa maneira de definir como vai escrever (seja de maneira mais casual ou culta, por exemplo), qual será a frequência de postagens e muito mais.

2. Sobre o que vai escrever?

Como dá para imaginar, esse é o pilar principal do seu blog. Afinal, é impossível montar um blog sem saber sobre o que vai escrever, mesmo que sejam vários temas diferentes.


Nossa dica é ter isso bem definido desde o início. Se for seu primeiro blog, a nossa sugestão é até limitar o número de assuntos diferentes, nem que seja só no começo.

Desta forma, é possível ter um senso melhor de direção, postagens mais bem feitas e uma boa distribuição no número de posts. Assim, não fica a impressão que um assunto recebe mais atenção ou tem posts de melhor qualidade do que outros.

Outro fator importante é se certificar que você e outros colaboradores do blog estejam escrevendo sobre assuntos que entendam. Senão, acabam correndo o risco de terem postagens com informações erradas ou incompletas.

3. Qual será o público?

Com as duas primeiras etapas decididas, fica um pouco mais fácil de saber quem será o público do seu blog. Afinal, sabendo a maneira que vai escrever e o tema de suas postagens já ajuda bastante.

Para se aprofundar mais, talvez seja uma boa ideia dar uma pesquisada no gênero, faixa etária e outros possíveis interesses dos futuros leitores. Assim, dá para ter uma boa noção de outros assuntos que pode citar nos textos e ter ideias para futuras postagens.

Escolher o nome

criar um blog do zero nome

Escolher o nome do seu blog pode ser difícil, mas é extremamente importante. Essa vai ser praticamente a primeira impressão que muitos leitores terão, então é preciso caprichar.

O melhor é sempre escolher um nome que realmente resuma o blog da melhor maneira possível. Aconselhamos apenas que não escolha um nome tão longo, assim não fica muito difícil de lembrar.

Escolher o domínio

Quando estiver para escolher o nome de seu blog, leve o domínio em consideração. O domínio é basicamente como o nome do blog aparecerá na URL do seu site e é algo que precisa ser adquirido se estiver pensando em levá-lo a sério.

Você precisará checar se o domínio escolhido está disponível ou não, já que ele pode pertencer Isso pode ser feito ao acessar o site Registro BR, que te diz rapidamente se está disponível e te ajuda na aquisição..

Como mencionamos antes, é melhor se não tiver um nome de blog muito grande ou complicado. Isso inclui até o uso de caracteres especiais ou diferentes, algo que pode complicar ou confundir o leitor na hora de digitar o endereço do site.

Definir uma plataforma

Tendo algumas das primeiras etapas decididas e um nome e domínio em mãos, é hora de pensar em qual plataforma usar. É nessa plataforma que você criará o blog, escreverá e publicará suas postagens.

Há serviços diferentes para as mais variadas necessidades, então não adianta apenas escolher o que parece ser o melhor no geral. Há inúmeras opções gratuitas e pagas dependendo do que você precisa.

Fora isso, muitas dessas plataformas possuem opções de personalização, layouts prontos, plugins, etc. Também procure saber se é possível ou não fazer a migração do blog para outra plataforma futuramente.

Abaixo, vamos mencionar algumas das principais opções para quem deseja criar um blog do zero.

1. WordPress

criar um blog do zero wordpress

Em primeiro lugar, temos o WordPress, que é a plataforma mais usada para blogs no mundo há algum tempo. Essa é a melhor decisão na maioria dos casos, já que ela pode ser usada gratuitamente e possui muitos recursos interessantes.

centenas de temas, diversos  plugins, e muitas opções de personalização. Tudo para deixar seu blog exatamente como você imaginou ou com o visual mais profissional possível.

É claro que há outras plataformas interessantes se não gostar do WordPress, mas ele sempre acaba sendo a primeira opção de muita gente. Você pode acessar o link se tiver se interessado.

2. Blogger

A outra opção óbvia quando se fala em criar um blog do zero é o Blogger. A plataforma do Google é mais antiga e mais simples no geral, apesar de também ser ótima para blogs pequenos.

Caso seja um iniciante no assunto, ele até pode ser uma alternativa mais interessante. Como é do Google, há uma integração mais fácil do Google Ads e as páginas são indexadas rapidamente.

Inclusive, ele é um dos que permite a exportação de dados e migração do blog para outras plataformas. Desta forma, mesmo se um blog pequeno crescer, há uma opção de ir para um serviço com mais suporte. Confira o link para conferir mais.

3. Wix

O Wix é a nossa próxima recomendação. Ele é bastante usado não só para criar blogs do zero, mas também quem quer fazer uma fazer uma loja virtual, por exemplo.

Até por isso, é uma alternativa a se considerar se quiser vender algo além de escrever. É possível usar a plataforma gratuita, mas são as versões pagas do site que te dão mais opções. Dá para conferir isso e mais ao acessar o site oficial.

4. Medium

medium

O Medium certamente não é a opção mais convencional para quem quer criar um blog do zero. A plataforma em si não permite a criação de um blog, mas você pode criar sua conta e postar seus textos lá sempre que quiser.

Essa alternativa é mais recomendada para quem só quer um lugar para escrever. Não é necessário se preocupar com layout, anúncios, plugins, hospedagem, etc.

Se é isso que tiver em mente, pode ser uma boa ideia dar uma olhada na proposta deles. Você pode fazer isso ao acessar seu site oficial.

5. Tumblr

Para quem procura um espaço próprio, mas ainda bem casual, o Tumblr pode servir muito bem. No geral, ele é muito usado para textos mais curtos ou quando o foco são imagens e vídeos.

Esta opção também é totalmente gratuita e tem algumas opções interessantes para customização. Ele é ótimo inclusive para usar no smartphone, mesmo se for para fazer as postagens. Você pode conferir mais no link a seguir.

Escolher o serviço de hospedagem

Dependendo da plataforma que escolher, você com certeza precisa de um serviço de hospedagem. É ele que vai garantir que o blog esteja sempre online, estável e com todo o conteúdo que ele tiver armazenado.

Como dá para imagem, há muitos serviços de hospedagem disponíveis atualmente. Vale mencionar que todos os serviços são pagos, mas há planos diferentes para necessidades diversas.

Não há motivo para escolher um plano mais caro que garanta mais visitas por mês se o seu blog for bem pequeno, por exemplo. Há dois grandes serviços atualmente que valem a pena considerar:

1. Hostgator

A primeira opção das que mencionamos é o Hostgator. O serviço com planos bem interessantes e pode ser perfeito para quem decidiu usar o WordPress como sua plataforma.

Para quem está começando, dá para pagar cerca de 10 reais mensais por até 25 mil visitas por mês. Você ainda conta com 50 GB de armazenamento, 5 contas de email e SSL grátis para o seu site.

O legal é que há algumas promoções em que você leva um ano de hospedagem grátis. O serviço também tem suporte 24 horas e permite que você faça um upgrade do seu plano a qualquer momento.

2. GoDaddy

A alternativa que pode considerar é o GoDaddy. Ele tem suporte para diversas plataformas, mas também tem planos especiais para quem escolheu o WordPress para criar um blog do zero.

Eles contam com muitos planos interessantes, assim como o Hostgator. Por cerca de 16 reais mensais, você pode ter até 25 mil visitas por mês e domínio gratuito.

Fora isso, há backup e até 30 GB de armazenamento. Também há suporte o dia todo, seja online ou por telefone se precisar.

Escolher um template

templates

Com a maior parte das coisas escolhidas, é hora de decidir que template usar no seu blog. A menos que você mesmo tenha criado um ou tenha contrato alguém para fazê-lo, o mais provável é que vá usar um template pronto.

Você pode usar os templates gratuitos da plataforma que escolher, já que sempre há alguns disponíveis. Se preferir, é possível desembolsar uma quantia em um template mais bonito e criado por outra pessoa.

Há muitos desses templates para diferentes tipos de sites e blogs. Por isso, é bom dar uma olhada se eles foram feitos para blogs de moda, site de notícias, etc.

Uso de plugins

Muitas plataformas, como o WordPress, fazem uso de plugins para melhorar e aprimorar a experiência do usuário com seu blog. Esse plugins podem adicionar certos recursos e ferramentas bem interessantes que não se encontram presentes nativamente.

Dá para colocar plugins para que o seu blog tenha uma função de chat, para que seja protegido de spam nos comentários, para que você possa conferir como melhorar o SEO das postagens e muito mais.

Você não precisa escolher tudo que irá usar de uma vez. Os plugins podem ser implementados de pouco em pouco, então dá para ler sobre o que a sua plataforma oferece e escolher com calma.

Se prepare para o lançamento

Depois de escolher a plataforma, o serviço de hospedagem, o template e os plugins, é hora de começar a escrever. Sugerimos que já deixei algumas postagens prontas para o lançamento do blog.

Assim, ele não fica muito vazio e pode prender mais a atenção dos primeiros leitores que forem aparecendo. É importante também conferir se está tudo funcionando, o que inclui imagens, links, vídeos integrados nas postagens, etc.

Manutenção do blog

Depois de criar seu blog do zero e com ele no ar, é hora de começar a se preocupar com a sua manutenção. No começo isso é algo bem natural, já que você provavelmente vai querer checá-lo diversas vezes no dia.

Só que esse é um hábito importante de se manter (mesmo que não na mesma medida) mesmo depois de algumas semanas ou meses depois do lançamento. Continue escrevendo, postando e verificando se está dando tudo certo.

Também reveja postagens mais antigas para ter certeza que os vídeos, imagens e links estão todos funcionando. Caso algo esteja fora do ar, substitua o que for necessário o quanto antes.

Fique atento aos comentários

É claro que não adianta apenas prestar atenção nas suas postagens do blog. Também é muito importante ficar atento nos comentários deixados por seus leitores.

Dependendo da situação, pode ser uma boa ideia respondê-los. Isso vale especialmente quando eles derem uma sugestão interessante, fizerem um pedido ou tiverem uma dúvida.

Na questão de pedidos e sugestões, pode ser legal atendê-los se for algo viável. Como a sugestão de um artigo sobre um tópico que seus outros leitores podem gostar, por exemplo.

Também ouça as críticas, seja sobre os textos ou até sobre o layout do site. Nesse sentido, quem acessa o blog pode ver defeitos e qualidades que o próprio criador não percebeu, então use isso a seu favor para melhorar o blog.

Gostou das dicas para criar um blog do zero?

Deu para aproveitar as nossas dicas para aprender melhor sobre como criar um blog do zero? Então não esqueça de deixar seu comentário nos dizendo o que achou das sugestões e se conseguiu montar seu blog desta forma.


Seções:



Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

1 Comentário

  1. Michael Felipe 25 de abril de 2020 14:24

    Boa tarde Pessoal!
    Tenho utilizado o Canva para editar as imagens do meu blog, ficou muito mais bonito e profissional!
    Comecei depois que fiz este curso https://bit.ly/3ePjyTtcanvaeuteamo
    Super indico!

Voltar ao topo