Airbnb poderá ser excluído de Amesterdã
Por Equipe Apptuts
Nenhum Comentário
Airbnb poderá ser excluído de Amesterdã
Airbnb poderá ser excluído de Amesterdã

Airbnb poderá ser excluído de Amesterdã

Por Equipe Apptuts
Nenhum Comentário

O Airbnb, sobre o qual já falamos neste artigo, poderá enfrentar sérios problemas em Amesterdã, na Holanda. Em causa estão 200 casos de turistas que tinham alugado as suas casas e que acabaram por ficar na rua. Contudo, este parece ser apenas um tema para que outro problemas possa ser investigado: o fato deste serviço poder ser ilegal. Eikelboom, representante do Governo, já afirmou que estará à procura de “casos suspeitos” mas também de propostas ilegais.

A cidade de Amesterdã tem atualmente mais de 4 mil ofertas no Airbnb, o que torna a localidade holandesa numa das mais utilizadas pelo site. Como é óbvio, há um problema que preocupa os Governos: a questão dos impostos. O Governo afirma que o Airbnb não está de acordo com a legislação local. Por outro lado, o site defende que o arrendamento dos quartos é feito por habitantes holandeses e neste caso cabe a eles seguirem a legislação. Este foi o argumento utilizado no passado por Paypal e Ebay, tendo estes dois sites sido obrigados a cumprirem a legislação local.

Para “resolver” o problema, o Governo holandês lançou uma lei onde afirma que “todos os espaços que sejam alugados em troca de dinheiro e que não tenha autorização de hotel devem pagar impostos ao próprio país”, tornando o Airbnb como algo…ilegal. Esta alteração poderá provocar vários problemas com a marca. No caso de Amesterdã deixar de operar novos turistias, poderá dar início a uma reação em cadeia.

O que é o Airbnb?

O Airbnb é um site que possibilidade o arrendamento de quartos ou casas a turistas. Dessa forma, pessoas que tenham habitações que não estejam a ser utilizadas podem definir um preço e alugar esse espaço a turistas, ganhando dinheiro com isso. O grande problema do Airbnb prende-se com a falta de pagamentos de impostos ao País que recebe o turista.

O que torna o caso de Amesterdã tão suspeita prende-se com as 200 reclamações de turistas que ficaram na rua, visto que o Airbnb tem alguns procedimentos que evitam ao máximo este gênero de situações.

Airbnb


Seções:



Comente este artigo

* Campos de preenchimento obrigatório

Voltar ao topo