5 motivos para o Windows estar perdendo tantos usuários para a Apple
5 motivos para o Windows estar perdendo tantos usuários para a Apple
5 motivos para o Windows estar perdendo tantos usuários para a Apple

5 motivos para o Windows estar perdendo tantos usuários para a Apple


Mesmo após a Microsoft ultrapassar a Apple em valor de mercado no ano passado, o Windows ainda continua perdendo usuários para a Apple. 


A Microsoft viu suas ações crescerem após a queda das ações da concorrente, sendo avaliada em US$ 2,49 trilhões contra os US$ 2,47 trilhões da dona do iPhone.

A primeira vez que a Apple ultrapassou a criadora do Windows em valor de mercado foi em 2010, quando o iPhone tornou a Apple a principal empresa de tecnologia de consumo. 

Porém, mesmo com o cenário parecendo favorável à Microsoft, você consegue entender quais as razões para essa queda de consumidores? 

Confira abaixo os 5 motivos para o Windows estar perdendo usuários para a Apple.

1. Design

Quando falamos em design, geralmente o conceito principal que nos vem à mente refere-se à imagem visual e aparência. Entretanto, quando o assunto é tecnologia, precisamos considerar também nesta análise, um item muito importante: a arquitetura de programação.

O projeto de arquitetura está preocupado com a compreensão de como um sistema deve ser organizado e com a estrutura geral desse sistema.

Combinando componentes de softwares com suas propriedades e minimizando possíveis problemas.

windows perde usuário para Apple

Pioneiro nesse tipo de inovações tecnológicas, o Windows largou na frente contribuindo com novidades como a unidade de CD-ROM e as mudanças para os processadores Intel Pentium, por exemplo.

Em contrapartida, a aparência dos laptops da marca foi alterando conforme o tempo. Alguns usuários conseguem, inclusive, identificar o ano em que um modelo foi lançado levando em consideração apenas o padrão visual. 

Por outro lado, quando observamos a Apple conseguimos enxergar esses conceitos inovadores de design se mantendo por anos. Tanto no quesito estética quanto na arquitetura da programação dos componentes e peças. 

Os MacBooks por exemplo, possuem aparência atemporal e elegante, com componentes minuciosamente construídos para ser uma veloz e potente máquina.

Outro ponto importante a considerar, e que tem uma relação direta com a aparência e a criação de uma identidade da marca, é que o sistema operacional do Windows é associado a vários fabricantes. 

Muitas empresas de software simplesmente não têm recursos para desenvolver dois sistemas diferentes, então escolhem aquele com mais usuários, como o Windows, por exemplo.

Já o MacBook, com sua arquitetura fina, foi construído para manter as coisas simples ao usar o computador enquanto otimiza os recursos do hardware do iMac para oferecer o melhor desempenho. 

Sendo assim, podemos concluir que muitas diferenças são puramente estéticas, mas outras são significativas, incluindo as ferramentas de sistema integradas, os aplicativos disponíveis e a usabilidade geral.

2. Integração com a Nuvem

Talvez o maior diferencial esteja na facilidade de integração dos componentes Apple em comparação com a Microsoft. Enquanto o iCloud entrega um universo onde todos os seus dispositivos vivem em harmonia, o OneDrive não consegue se integrar em todo o sistema operacional.

Os recursos e periféricos da Apple, usando a integração do iCloud, podem trabalhar de maneira integrada e simultânea, somando recursos compatíveis que se encaixam e transformam a experiência do cliente. 

Recursos como iMessage, Handoff e AirDrop quebram as barreiras de compartilhamentos e possibilitam uma maior mobilidade, com conectividade simplificada. Uma verdadeira integração de serviços e dispositivos nesse maravilhoso ecossistema. 

Em compensação, por ser muito utilizado em ambientes profissionais, o OneDrive pode acabar devendo neste sentido, mesmo tendo o principal pacote de ferramentas em termos de usabilidade, contando com Word, Excel e PowerPoint. 

Além disso, o OneDrive não consegue se integrar com o sistema operacional da maneira como o iCloud consegue fazer.

3. Foco em Segurança e Privacidade

Uma das maiores preocupações atuais dos usuários diz respeito às questões de segurança e privacidade. Sob esse ponto de vista, tanto Apple como Microsoft estão se posicionando e lançando, constantemente, atualizações para corrigir falhas de segurança. 

Com a pandemia e o aumento da utilização das tecnologias, aplicativos e plataformas, a Microsoft consolidou o Microsoft Defender, um software que remove malware, trojan, spyware e adware instalados no computador. 

Muitos recursos e produtos de segurança e privacidade foram adicionados recentemente ao Defender para criar classificações de dados que possam ser usadas para proteger a privacidade de suas ferramentas colaborativas.

Por outro lado, a Apple oferece aos usuários formas rápidas de optarem ou não pelos rastreamentos dos seus dados pessoais nos aplicativos da App Store. Mantendo, desta forma, os altos padrões de segurança para os apps de terceiros disponíveis em sua loja oficial e implementando rótulos de privacidade.

Tudo isso mantém a percepção positiva dos usuários a respeito da marca, favorecendo seu crescimento em um momento em que estamos todos preocupados com as exposições de nossos dados.

E essa pode ser uma das mais significativas causas para o Windows estar perdendo usuários para a Apple. Vejamos então a próxima.

4. Posicionamento Ecologicamente Correto

A imagem de uma empresa ecologicamente correta nos dias atuais já não é mais uma novidade e nem mesmo um diferencial. Empresas dos mais diversos ramos de atuação estão preocupadas com a percepção dos consumidores sobre como suas atitudes e valores estão alinhados com a sustentabilidade.

Neste sentido a Microsoft, mesmo tendo se posicionado antes da Apple no que se refere ao compromisso de reparos, permanece na dependência alheia.

A percepção de satisfação do usuário acaba ficando associada à imagem dos fabricantes dos aparelhos que utilizam o Windows.

E você, já ouviu falar sobre esse compromisso de reparos?

Esse projeto de lei norte-americano exige a divulgação, por parte das empresas, das informações dos seus produtos, garantindo aos consumidores a possibilidade de realizarem seus próprios reparos.

Esta iniciativa derrubaria o incentivo das empresas aos clientes para a compra de novos produtos ao invés de tentar consertar seus dispositivos antigos.

No final, isso minimizaria a cultura do consumismo e o custo ambiental da produção em uma época em que as mudanças climáticas são uma preocupação crescente.

Entretanto, como explicamos acima, este posicionamento da Microsoft fica na dependência das empresas fabricantes.

Por outro lado, considerando o seu sistema operacional exclusivo, fica mais acessível à Apple manter o controle de processos como estes.

Além disso, a empresa evita substâncias hostis, como arsênico e mercúrio na composição do iMacs, por exemplo, utilizando alumínio e vidro em sua fabricação, tornando-o facilmente reciclado em centros de reciclagem. 

Da mesma forma, o iPhone 13 marca um importante ponto de virada no compromisso da Apple de reduzir seu impacto ambiental geral. Quase todos os produtos foram feitos com algum tipo de material reciclável, desde a embalagem até os componentes. 

Por fim, você ainda pode aproveitar o programa de reciclagem gratuito que a empresa oferece em forma de cartões-presente para equipamentos antigos que ainda têm valor.

5. Símbolo de Status

O que leva um produto a ser considerado símbolo de ostentação e fortuna? Durante muito tempo a falta de acessibilidade financeira aos aparelhos vendidos pela Apple levaram ao posicionamento elitizado da marca.

Assim como acontece com algumas marcas de veículos, roupas, joias e outros produtos, a visão que os consumidores em geral têm dos proprietários de produtos Apple é a de uma comunidade de riqueza. 

Longe dessas rodinhas seletivas, o Windows sempre esteve ao alcance de todos e, especialmente, dentro das empresas e corporações. Com ferramentas super difundidas e de uso comum como Word, Excel e PowerPoint, a marca alcançou grande parte dos consumidores fazendo parte de suas rotinas. 

Muito além de vender produtos, a Apple oferece um passe para uma comunidade de status e dessa aparente riqueza. Primando pelo visual e pelo conceito da marca, ela vai ainda mais longe lançando manuais e regras de utilização de seus produtos na mídia. Atentos e destacando-se sempre pela atitude positiva, certas regras prezam pela exibição de seus produtos sempre ao lado dos mocinhos em filmes, por exemplo. 

Apesar de tudo, essas duas gigantes da tecnologia dominam e criam tendências. Enquanto uma aparece com seus lançamentos mais acessíveis na situação atual, a outra prepara revolucionários produtos, porém as duas com o foco em conquistar as próximas gerações, dentro dos padrões de sustentabilidade, privacidade e designs atemporais. 

Gostou de entender um pouco mais sobre os 5 motivos para o Windows estar perdendo usuários para a Apple?

Então aproveite e conheça o AirTags, o gadget de rastreamento da Apple.

Depois, comente abaixo qual motivo citado acima faria você alterar a sua escolha de marca atual.


Por Equipe Apptuts



Voltar ao topo