Cinco tendências de marketing digital para aplicar até o fim do ano
Cinco tendências de marketing digital para aplicar até o fim do ano
Cinco tendências de marketing digital para aplicar até o fim do ano

Cinco tendências de marketing digital para aplicar até o fim do ano


Automação, fim dos cookies, gestão de dados, propósito e inteligência artificial: conheça as principais tendências de marketing digital


tendências de marketing digital

Os dois últimos anos impulsionaram novas necessidades no mercado e provocaram uma mudança radical nos negócios. Após a aceleração da transformação digital e a adoção de novos formatos de trabalho, socialização e compra, 2022 é marcado como o ano de redefinição das prioridades.

Contudo, é importante estar ciente sobre as principais tendências de marketing digital para capturar novas oportunidades de crescimento.

Com o mercado volátil, os profissionais de marketing sentem os desafios diariamente. Por isso, vamos indicar algumas das principais tendências para ficar atento e aplicar à sua empresa:

Índice deste artigo

1. Automação de marketing

A automação de marketing foi apresentada como a principal tendência de marketing digital para este ano. Esta foi a conclusão do relatório PPC Trends 2022. O estudo foi produzido pela instituição americana de pesquisas de marketing Search Engine Journal. Além disso, a automação de marketing, na visão dos especialistas da área, desempenha um papel fundamental para ajudar profissionais a tomar decisões baseadas em dados.

Segundo o relatório, em um cenário com muitas informações, vindas de diversas fontes, consolidar dados é um processo que apenas será concluído com o auxílio da automação. Portanto, as empresas que investirem na tecnologia podem obter uma vantagem competitiva perante os seus concorrentes.

A automação pode ser usada para enviar comunicações em diferentes canais, com mensagens personalizadas. O fluxo fica ativo no momento mais oportuno ao cliente, de acordo com o comportamento do consumidor, por exemplo.

2. Fim dos cookies

A decisão do Google de encerrar os third-party cookies no fim de 2023 acelerou a corrida em direção aos first-party data. Até o último ano, a pesquisa Adobe Digital Trends apostava que apenas 37% das empresas estariam “muito preparadas” para um mundo sem cookies de terceiros.

Entretanto, o cenário parece ter mudado, segundo o relatório Global Marketing Trends 2022, da consultoria Deloitte. O estudo apresenta que 61% das empresas em expansão, isto é, high-growth, já estão migrando para estratégias de first-party data.

A aposta em uma estratégia de first-party data implica na coleta de dados de forma segura e qualificada. As principais fontes de informação são:

  • ONLINE: Interação no site ou app, comportamento em loja online, envio de formulários e pedidos de suporte.
  • OFFLINE: Visita à loja física, comportamento em loja física e informações de pagamento em ponto de venda.

3. Gestão de dados

Além do anúncio do Google, as regras estabelecidas pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) também impactaram o cenário de coleta e tratamento de dados no Brasil. Portanto, há um cuidado maior sobre as informações que podem ser recolhidas e integradas, além de ser um desafio para as empresas construírem uma jornada linear do cliente.

Com pontos de contato online e offline, para coletar dados, o relatório Global Marketing Trends 2022 ainda aponta a importância de um Customer Data Platform (CDP), para unir e gerar as informações dos atuais e potenciais clientes neste novo cenário.

O CDP pode processar milhões de linhas de informação em menos de 5 segundos. A tecnologia, acima de tudo, consegue suprimir potenciais gargalos na comunicação entre empresas e clientes, proporcionando uma visão 360°, abrangente e precisa. Além disso, faz a integração de diferentes fontes de informação, em ambientes físicos ou digitais.

4. Propósito

Outra parte do estudo Global Marketing Trends 2022 destaca que a relação duradoura entre preço e qualidade permanece como prioridade no momento de compra. No entanto, uma análise mais aprofundada mostra que ainda existem critérios de compra orientados para o propósito.

O propósito é umas das tendências de marketing digital e está relacionado ao código de valores éticos e morais que uma marca incorpora e comunica em todos os pontos de contato com o mercado. Por exemplo:

  • 25% dos jovens com menos de 25 anos vêm a sustentabilidade como critério fundamental de compra nas categorias de Beleza e Cuidado Pessoal;
  • 29% vê “experiência segura” como critério de topo de compra em viagens;
  • 42% são mais leais a marcas que se comprometem com as desigualdades sociais.

5. Inteligência Artificial

Falar em Artificial Intelligence (AI) pode parecer clichê. A verdade é que essa tecnologia já está integrada a diferentes campos de atuação. Contudo, no marketing digital, a inteligência artificial é uma aliada para indicar a oferta certa, no momento certo.

Cerca de 46% dos entrevistados no estudo Digital Marketing Trends da Falcon afirmam que grande parte das suas compras online são feitas com base na relevância da oferta. E-mail marketing e SMS foram os canais que se destacaram. Além disso, os participantes também declararam que o e-mail de conclusão de compra e/ou recomendação de produtos similares aos comprados recentemente faz com que se sintam únicos e importantes para a marca em questão.

Essa relevância pode ser construída por meio da Inteligência Artificial. O AI ajuda a gerar novas oportunidades de compra, como, por exemplo, com o algoritmo de Next Best Offer. Poderá prever quando será a próxima compra do cliente, e oferecer produtos e serviços com base nos comportamentos já mapeados.

Diariamente surgem novas tecnologias, plataformas, apps e programas com novidades para aprimorar a estratégia de marketing digital. Os padrões de consumo ainda terão reflexos da pandemia. Portanto, as marcas precisam continuar procurando formas de se diferenciarem, destacarem e promoverem uma boa experiência ao cliente. Entender as mudanças de necessidades dos consumidores é essencial para alcançar novas oportunidades de crescimento.

*Este post foi escrito por Caroline Deina, gestora de conteúdo da E-goi – empresa de tecnologia, que desenvolveu um SaaS de Marketing Automation Omnichannel. A plataforma conta com mais de 20 serviços e funcionalidades ligadas à comunicação de marketing, para pequenas, médias e grandes empresas, em mais de 40 países.

 

 


Por Equipe Apptuts
Seções:



Voltar ao topo