Desenvolva uma visão NFT de longo prazo que realmente funcione 
Desenvolva uma visão NFT de longo prazo que realmente funcione 
Desenvolva uma visão NFT de longo prazo que realmente funcione 

Desenvolva uma visão NFT de longo prazo que realmente funcione 


Grandes empresas estão investindo sim nas NFTs e vamos te ajudar a ampliar sua visão referente a este universo, um universo NFT que funcione e valha investir.


NFTs da Disney

Muitos especialistas têm comentado as vantagens e desvantagens do mercado desses tokens não fungíveis. Para alguns isso não passa de uma moda passageira e, até mesmo, uma farsa. 

Entretanto grandes nomes do mercado tem aderido a esse modelo de negócio.

Empresas como a Disney, reconhecem o potencial do mundo digital e da tecnologia blockchain.

A famosa rede de cafeterias Starbucks, por exemplo, também se prepara para lançar os seus próprios NFTs. A empresa planeja ampliar a visão de “comunidade” somando esse ativo digital em algo como um passe de acesso a experiências únicas

Outra adepta da ideia é a GAP que comunicou recentemente o lançamento de NFTs dos seus tão queridos e desejados moletons. A Ferrari também assinou um contrato com uma líder de tecnologia de blockchain e NFTs, a Velas Network. O foco dessa ação está na criação de conteúdos digitais focados nos fãs da marca.

Mas para entender melhor os sinais que apontam para o crescimento desse mercado de forma tão robusta, preparamos esse artigo.

Nas próximas linhas vamos te ajudar a entender melhor e ampliar sua visão sobre NFT, como funcionam e, claro, se vale a pena investir neles.

O que são NFTs?

Primeiramente precisamos entender o que significa um token não fungível e a diferença dele para o token fungível.

Fungível, por definição, significa algo passível de ser substituído por outra coisa de mesma espécie, qualidade, quantidade e valor. Ou seja, uma nota (de dinheiro), por exemplo, é um ativo fungível. Se você tiver uma nota de R$20,00 ou duas notas de R$10,00 você terá o mesmo valor final, correto? 

Em contrapartida, se você tiver um imóvel de 1 milhão reais e se tiver dois imóveis de 500 mil reais cada, eles não são a mesma coisa, não tem necessariamente o mesmo valor ao longo do tempo, visto que cada um possui suas particularidades e são diferentes. Eles são, portanto, ativos não fungíveis.

Existem dois tipos de categorias para ativos fungíveis e infungíveis, que são os ativos físicos e os ativos digitais.

Veja exemplos abaixo:

  • Físicos: que podem ser fungíveis como o dólar, o ouro ou fichas de cassino e os não fungíveis como as obras de arte, os bilhetes de cinema, os imóveis entre outros.
  • Digitais: são ativos digitais fungíveis como o bitcoin, o ethereum ou as milhas aéreas, por exemplo. Já ativos digitais não fungíveis podem ser as skins de videogame (o visual ou a roupa), obras digitais e outros.

Com esse universo digital totalmente escancarado atualmente, uma imagem na internet pode ser copiada e utilizada por qualquer pessoa. Então o que leva uma pessoa a pagar milhões pela compra de um NFT? 

Apesar de poder copiar uma imagem da internet – apesar de que você não deve fazer isso – ela não será de sua propriedade a menos que você a registre em um blockchain, que funciona como um livro contábil que registra todas as transações de moeda virtual.

O Token é o que afirma ao mercado que aquela imagem tem um proprietário, registrada no blockchain para a eternidade. 

Como funcionam os NFTs?

Os NFTs são colocados à venda em algum marketplace específico e quando adquiridos, se tornam, de certa forma, propriedade exclusiva do investidor. 

E é aí que entra o interesse do mercado e a sua visão NFT. Por ser único e registrado, gera um sentimento de escassez, especulação e interesse responsáveis pelos fenômenos em vendas.

O CEO do Twitter, por exemplo, vendeu o seu primeiro tweet por US$2,9 milhões como um NFT.

E é claro que você também pode entrar nesse universo e ganhar dinheiro, confira 5 apps para ganhar dinheiro criando suas NFTs

Como está o mercado dos NFTs?

Segundo um relatório do DappRadar, site de rastreamento de dados para aplicações baseadas em blockchain, o mercado de NFTs movimentou cerca de US$ 25 bilhões em 2021. Um crescimento significativo se comparado com o ano anterior, que movimentou apenas US$ 94,9 milhões.

E muita coisa ainda vai acontecer, conforme especialista da área, o mercado vai explodir por causa do metaverso – onde itens do ambiente são negociados como NFT.

Como adquirir NFTs e visão NFT?

Será preciso seguir alguns passos, como se cadastrar nas plataformas que comercializam os ativos. Para, posteriormente, encontrar e avaliar o melhor momento e a melhor escolha.

Mas, você sabia que os tokens são comercializados apenas com criptomoedas? Para isso também é necessário, antes de realizar a compra, checar se há fundos suficientes de criptomoedas ou comprá-las.

E, para fazer isso, ele deverá procurar uma instituição financeira que faz a comercialização dos ativos, como a Binance, Coinbase Exchange, FTX, Kraken, etc.

Depois de pagar pelas criptomoedas, e ter seus ativos transferidos pela instituição financeira para a sua carteira digital, você só vai precisar transferir os ativos para o marketplace que está comercializando o NFT de seu interesse.

Porém fique atento ao valor de encargo da gas, uma taxa que deve ser paga na transação, antes da transferência.

Onde comprar NFTs?

Existem diversas lojas, conhecidas como marketplaces, que comercializam NFTs. Por exemplo:

  • Binance NFT;
  • Solanart;
  • Coinbase NFT;
  • FTX NFTs;
  • OpenSea

Vantagens e Desvantagens de ter NFTs

Ao mesmo tempo que esse universo novo está repleto de oportunidades, ainda há muitos golpes e muita gente desonesta.

Investir e ter uma visão NFT é buscar conhecimento nesse novo mercado para trazer a bagagem necessária em um futuro não muito distante. Em breve, quando as tecnologias de realidade virtual estiverem mais acessíveis, os tokens farão parte das rotinas das marcas.

Assim, quem tiver conhecimento do mercado, certamente sairá na frente e terá a tão sonhada alta rentabilidade. 

Entretanto vale considerar que, atualmente, esses ativos correm grande risco de desvalorização e ainda possuem baixa liquidez. Ou seja, não é fácil conseguir vender ou se desfazer desses ativos.

O que nos leva ao questionamento: quanto de lucro você poderá lucrar com seus projetos e revendas?

Por isso, fica aqui uma dica importante, talvez esse mercado não seja para todo mundo e, entender do negócio, além de entender seus objetivos, pode ser um ponto determinante.

Pronto para desenvolver uma visão NFT de longo prazo que realmente funcione?

Compartilhe com aquele amigo que adora dar aulas de criptomeda, mas nunca investiu em NFTs.

Ou, quem sabe, encaminhe o artigo praquele amigo artista ou designer que pode muito bem desenvolver uma visão NFT e ganhar muito dinheiro, quem sabe não entra uma comissão pra você aí, hen?

E leia também:


Por Equipe Apptuts
Seções:



Voltar ao topo